domingo, 6 de julho de 2014

A Cura do Câncer - Forbes

Sonho??? 
Nãããããoooooo!
Graças a Deus o sonho está no caminho de se tornar realidade.

A revista Forbes trouxe na capa de Junho a questão acima, uma super reportagem que esclarece como a Novartis, grande indústria farmacêutica, juntamente com alguns laboratórios de Universidades e hospitais americanos apostam e investem alto numa nova forma de tratar o câncer que promete a remissão completa. Anualmente 14 milhões de pessoas são diagnosticadas com câncer. 8 milhões delas morrem por ano, em todo o globo, por fatores relacionados à doença. Os motivos são variados: a detecção tardia, a agressividade dos tumores e os devastadores modos de cura. Até hoje, o tratamento do câncer está restrito a cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Porém um QUARTO procedimento, chamado de TERAPIA CELULAR, resultado da combinação de forças lideradas pela Novartis, pode significar a tão sonhada cura.
Inédita, ousada e radical, a terapia celular não envolve bisturis nem drogas pesadas. Basicamente, ela consiste na retirada do sangue do paciente, uma amostra é enviada para o laboratório, que faz um trabalho de reengenharia genética em cima das células T. Ao serem modificadas, elas ainda são transfectadas com um vírus inativo, habilitado a aniquilar o câncer.  O sangue é então reintroduzido no paciente. O resultado dessa aparente loucura ? O feliz desaparecimento da doença. Foi o que aconteceu com dezenas  de pacientes com linfoma e leucemia submetidos, em pesquisa, a esse procedimento. Não se sabe se todo tipo de câncer poderá ser tratado assim. 
Um exemplo de sucesso do tratamento é a pequena Emily Whitehead hoje com nove anos. Aos cinco anos de idade começou sua luta contra um linfoma grave, após várias tentativas de tratamento que culminavam em recaídas, iniciou o tratamento com TERAPIA CELULAR e hoje comemora mais de dois anos livre da doença.

O QUE JÁ É FATO:
  • A terapia celular , embora em fase inicial , demonstrou sua eficácia em pacientes com alguns tipos de câncer sanguíneo.
  • Em dezenas de procedimentos realizados, o resultado foi a remissão completa.
  • A importância dessa descoberta é imensa. A terapia celular se torna tão importante quanto a quimioterapia, podendo substituí-la ou complementá-la.
  • A resposta para a possível cura está na  própria célula do  individuo.
  • Grandes centros de referência em medicina americanos já participam desse processo que poderá revolucionar a oncologia.
  • A gigante farmacêutica Novartis abraça a causa e cria  uma nova divisão para estudar e tentar massificar o tratamento.
O QUE AINDA ATRAPALHA:
  • O preço nesta fase inicial US$ 500.000,00 e  ainda só pode ser feito nos Estados Unidos.
  • Não se sabe ainda se a cura é temporária ou definitiva. Só o tempo mostrará.
  • A pergunta é se a terapia celular funciona com outros tipos que não o sanguíneo. Os próximos testes serão feitos em pacientes com câncer de pulmão.
  • O transporte do sangue.Pois os laboratórios são nos EUA, e existe um tempo hábil.
  • A massificação do tratamento vai enfrentar algumas barreiras. Para atender a população em escala industrial, as empresas precisam montar estruturas internas com profissionais de engenharia  para dar conta da demanda. Há quem tema a falta de mão de obra especializada.

FORBES Brasil de junho, que chega às bancas e no iPad nesta segunda-feira (23), tirou essa história à limpo e explica como funciona o tratamento que levou anos e um investimento de US$ 10 bilhões para ser desenvolvido.