segunda-feira, 16 de junho de 2014

Uma Pedra No Caminho

Desde Abril desse ano o Fantástico tem acompanhado a rotina da professora Fabricia, que aos 37 anos de idade descobriu um câncer de mama. Através da história dela o programa tem alertado a população para um sério problema do nosso país além de desmitificar o  tratamento e a rotina de pacientes com câncer. Nesse domingo 15 de junho, foi ao ar o último episódio da série intitulada "Pedra no Caminho". O programa foi aberto com a seguinte pergunta: "PORQUE UM Câncer TÃO CURÁVEL COMO O DE MAMA É UM PROBLEMA GRAVE NO BRASIL???" A resposta é simples, a causa disso é o DIAGNÓSTICO TARDIO.
Em 2012 um levantamento do serviço de mama do INCA, no Rio de Janeiro, apontou que cerca de 75% das mulheres chegavam com tumores mais avançados. Nos Estados Unidos esse mesmo índice, não passava de 20%.
O que ocorre quando um diagnóstico vem de forma tardia é que as chances de metástase ficam bastante aumentadas. Isto porque as células malignas instaladas na mama podem migrar para outros órgãos caso caiam na corrente sanguínea, formando assim, novos tumores malignos, é o que conhecemos como METÁSTASE. E nesse caso o tratamento passa a ser muito agressivo e prolongado. A maioria das mulheres que tem diagnóstico de câncer de mama precocemente, recebe alta em cinco anos de acompanhamento.
A responsabilidade de se auto avaliar, de visitar regularmente um ginecologista é todo nosso , somos nós as maiores interessadas. Nós podemos mudar essa triste realidade. Fica aqui meu apelo para que façamos a nossa parte.
 

 
 
 
Faça o Bem!
Passe essa informação para frente!