segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Tristeza Permitida

Num mundo em que celebramos a alegria, os sorrisos largos, o parecer estar sempre bem a todo instante.  Onde a cada vez que entramos em uma  Rede Social  nos deparamos somente com beleza e pessoas felizes, comemorando... um prato novo, um evento, uma viagem ou  "brindando à casa, à vida, nossos amores ... nossa família"...
Em meio a tanta alegria é preciso pedir licença para manifestar um pouco de tristeza... para expressar que hoje as coisas não estão bem. 
Quero ter direito a dizer que hoje não estou bem... quero chorar por nada... ou melhor, por tudo... por me sentir feia, por querer que as coisas estivessem normais, e com tudo devidamente em seu lugar, inclusive meus cabelos...
É, " hoje a tristeza não é passageira, hoje fiquei com febre a tarde inteira..
Queria ser como os outros e rir das desgraças da vida, ou fingir estar sempre bem.
Ver a leveza das coisas com humor...
Mas não me diga isso, é só hoje! e isso passa...
Amanhã é um outro dia, não é?
Eu nem sei porque me sinto assim, tem de repente um anjo triste perto de mim.
Mas não me diga isso,
Não me dê atenção, e obrigado por pensar em mim!" ( Renato Russo)