terça-feira, 8 de abril de 2014

Montmartre

Relembrando Montmartre - ParisOutubro 2009.

A região de Montmartre, imortalizada pelo filme O Fabuloso Destino de Amelie Poulain,  que fica ao norte de Paris, no bairro 18, é uma das regiões mais bucólicas e charmosas de Paris por conta de suas ruazinhas arborizadas, seus pintores de rua , seus cafés e cabarés antigos, que  são garantia de" pura  bossa" aliado a um toque "cult". Além disso, como fica no alto de uma colina, oferece uma das mais lindas vistas da cidade. Por essas razões e  uma infinidade de outras, que observadas, garantem a quem está ali,  um espetáculo visto a olhos nus, perdoem-me a falta de modéstia: dos mais requisitados da FACE DA TERRA!

O pontapé inicial teve início no icônico cabaré Moulin Rouge, numa linda noite de Parisiense, com direito a encontro com brasileiros louquinhos e animadinhos... rsrs .  
Meu coraçãozinho bateu forte... sem saber saber  ao certo expressar meus sentimentos porque alguma coisa acontece no meu coração... quando me deparo com essas coisas todas,  que remetem à poesia e boêmia...



Dia seguinte era hora de conhecer o bairro em si, adentrar as ruelas e descobrir o que faz de Montmartre um dos lugares mais visitados do mundo...
De cara,  fiquei "encantadamente encantada" com um lindo carrossel, no maior estilo conto de fadas, que encontramos pelo caminho. Imediatamente , em mim se instalou o espírito "Criança Feliz",  e dali para frente seria tudo mais doce... inevitavelmente,




Percorrendo  as ladeiras  da Rua Lepic, excelente   destino para os  amantes de gastronomia,  encontramos peixarias, lojinhas de vinhos e queijos, chocolates, confeitarias repletas de quitutes franceses. Rotisseries que oferecem frango assado quentinho e douradinho que enchem os olhos e fazem roncar o estômago. Nesse endereço, o nº 15 encontramos o café onde foi filmado o Fabuloso Destino de Amelie Poulin, nada mais é que um  tradicional café de paris, que de "qualquer" não tem nada... afinal é Paris, babe, rsrs.



Ao final da Lepic, chegamos na Rue Abesses, ela está repleta de lojinhas de souvenirs, creperias e  cafés inspiradores... e a partir desse momento o movimento vai aumentando e os espaços diminuindo... isso significa que estamos alcançado a conhecida Place de Tertre, reduto de artistas, que incluem pintores, músicos, .... que alegram e "arrecadam", muuuiito, dos inúmeros turistas...


E desse ponto já  avistamos a torre da Sacre Couer!!! Yupiiii!!
Onde a parada é obrigatória, acho que é comum encontrar artistas de rua dando palinha para quem ali aparece, ficamos sentados à porta da Sacre Couer admirando a bela paisagem de Paris, vista do alto, ouvindo música boa e pensando na vida...





 
Então, resultado: muuuuita vontade voltar e prestar mais atenção aos mínimos detalhes... Relaxar mais... 
Clicar 1001 ângulos de formas diferentes...
Fica o desejo e a promessa: Paris Au Revoir!!!