segunda-feira, 7 de abril de 2014

Como as Indianas

Os lenços entraram em minha vida a bem pouco tempo, ou melhor, na minha cabeça... Costumava a usar o acessório apenas no inverno como cachecol, mas não arriscava mais nenhuma outra forma, apesar de sempre me chamar a atenção  a forma como as "Mulheres Indianas"  conseguiam usar lindamente o acessório, que muitas vezes é visto como um instrumento de limitação de liberdade, símbolo da não expressão, e da opressão. Fico pensando, e o caso delas é mais um exemplo, que nós somos os únicos responsáveis por transformar o nosso destino e aquilo que nos é oferecido. Com otimismo é sempre possível ver poesia onde a princípio parece haver somente tristeza...
Os lenços foram meus aliados, me trouxeram mais segurança, mais beleza aos meus dias. Mas principalmente me fizeram perceber o quanto o novo pode ser bom! O quanto temos a ganhar se estivermos abertos ao que a vida tem para nós. " Quando tudo parece dar errado, acontecem coisas boas que nunca teriam acontecido se tudo estivesse dado certo." - Já dizia Renato Russo.






SER LINDO É TÃO FÁCIL, QUANTO NEM IMAGINAMOS SER POSSÍVEL!
E NEM É PRECISO FAZER FORÇA PARA SÊ-LO...