terça-feira, 18 de março de 2014

Uma História sobre Coragem

No mês que celebramos as mulheres, suas conquistas e suas lutas ao longo do tempo,  histórias reais continuam a nos surpreender. Em tempos modernos, de informação à velocidade da luz, de igualdade de raça e sexo ficamos indignados com nações inteiras que, "em nome da fé" e em nome de uma cultura que insiste em se manter estática, ainda oprimem suas mulheres, lhes negando o direito a educação, e o direito de decisão sobre seus próprios corpos, sendo obrigadas a cobri-los por inteiro.
Diante disso ainda se ouvem vozes,  de um pedido de socorro, vozes que se levantam em nome do "NÃO", o não aceitar passivamente essa opressão, em meio a essas vozes, a que ouvimos é a voz de uma menina, com seus poucos 15 anos, que com muita coragem enfrenta seu país em busca de liberdade para essas mulheres que querem manifestar seus desejos e ajudar na construção de um mundo melhor para todos.

Esta é a dica de leitura desse mês. Uma linda história sobre coragem!



" Venho de um país criado à meia noite, quando quase morri era meio dia...

Há uma ano sai de casa e nunca mais voltei. Levei um tiro de um dos homens do Talibã e mergulhei no escuro do Paquistão. Algumas pessoas dizem que nunca mais porei os pés no meu País, mas acredito firmemente que retornarei. Ser arrancada do lugar a que se ama é algo que não desejo a ninguém.

Para nós meninas, aquele portão (da escola) é como a entrada mágica para um mundo especial. Assim que o atravessamos imediatamente tiramos nosso hijabs, da mesma maneira como o vento afasta uma nuvem de um dia de sol, e adentramos para a escola.É difícil imaginar que alguém veja isso como ameaça.

... Quem é Malala - perguntou.
Ninguém disse nada, mas várias meninas olharam para mim, eu era a única que não tinha o rosto coberto. Foi então que ele ergueu a pistola preta e disparou três tiros, o primeiro entrou perto do meu olho esquerdo e saiu perto do ombro esquerdo. Os outros tiros acertaram as meninas que estavam perto de mim. mais tarde soube que suas mãos tremiam ao atirar.
Quem é Malala?
Malala sou eu, e esta é a minha história."