segunda-feira, 10 de março de 2014

Cada Menina é de Um Jeito Mas Todas Precisam de Proteção

O Ministério da Saúde lançou hoje a campanha  de vacinação nacional contra o HPV, com o tema " Cada Menina é de Um Jeito Mas Todas Precisam de Proteção.  O público alvo são meninas entre 11 e 13 anos, porque nessa faixa etária a vacina  é mais eficaz. A inclusão desta vacina no calendário  de vacinação de nossas adolescentes é de grande valia na prevenção contra doenças como o câncer de colo de útero que tem como principal causa o vírus do HPV, terceiro tipo mais frequente entre as mulheres. 
A vacinação acontecerá nos postos de saúde e escolas públicas. Serão três doses, a primeira agora, a segunda em seis meses e um reforço em cinco anos. Essa vacina custa R$ 500,00 na rede particular, ou, seja R$ 1.500,0 as três doses indicadas.
Os pais devem ficar atentos para o calendário de aplicação nas escolas ou levar suas filhas ao posto de saúde mais próximo, e não se esquecer de levar o cartão de vacinas, pois é através dele que ocorrerá o monitoramento das doses.

Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para as adolescentes de 9 a 11 anos e, em 2016, às meninas que completam nove anos. Com isso, o Brasil, em apenas dois anos, protegerá a faixa etária (meninas de 9 a 13 anos) que melhor se beneficia da proteção da vacina.

A vacinação é o primeiro de uma série de cuidados que a mulher deve adotar para a prevenção do HPV e do câncer do colo do útero. Ela não substitui a realização do exame preventivo e nem o uso do preservativo nas relações sexuais.
O Ministério da Saúde orienta que mulheres na faixa etária dos 25 aos 64 anos façam o exame preventivo, o Papanicolau, a cada três anos, após dois exames anuais consecutivos negativos.

HPV
O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relações sexuais. Por tratar-se de um vírus que se transmite com muita facilidade, considera-se que o HPV seja a infecção sexualmente transmitida mais comum no mundo, com quase todas as pessoas sexualmente ativas tendo contato com o vírus em algum momento da sua vida.Na grande maioria, o HPV cura-se espontaneamente, mas em algumas mulheres eles produzem lesões que podem desencadear o câncer de colo do útero.O HPV também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. Estima-se que 270 mil mulheres, no mundo, morrem devido ao câncer de colo do útero. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer estima o surgimento de 15 mil novos casos e cerca de 4,8 mil óbitos nesse ano.

Nós podemos mudar essa realidade, cada um fazendo a sua parte e informando a quem está próximo... é através desse trabalho de formiguinha, que vamos conseguir mudar o rumo dessa triste realidade!