sexta-feira, 7 de março de 2014

Maria Marias

Às tantas Marias, guerreiras que conquistaram seu espaço na marra, que muitas vezes foram mães e pais ao mesmo tempo, que tiveram que aprender com a dureza da vida sem se esquecer da delicadeza de ser mãe e mulher.
Tantas Marias, que como a Dona Maria José de Cerqueira - que orgulhosamente é minha avó, semearam o amor ao longo de suas vidas. 
Flores Raras, que gostaríamos tanto, tanto, tanto que estivessem eternamente ao nosso lado inundando nossos dias com seu perfume.
Conviver com elas é sem dúvidas, mergulhar num mar de conhecimento e de paz... E beber numa fonte de amor sem fim... Mulheres maravilhosas que possuem a estranha mania de ter fé na vida.
Aqui começam minhas homenagens às mulheres, e às "mulheres da minha minha vida" que fizeram de mim a mulher que sou hoje!

Maria, Maria
É um dom, uma certa magia
Uma força que nos alerta
Uma mulher que merece
Viver e amar
Como outra qualquer
Do planeta

Maria, Maria
É o som, é a cor, é o suor
É a dose mais forte e lenta
De uma gente que ri
Quando deve chorar
E não vive, apenas aguenta

Mas é preciso ter força
É preciso ter raça
É preciso ter gana sempre
Quem traz no corpo a marca
Maria, Maria
Mistura a dor e a alegria

Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida